Rio de Janeiro lança o projeto Escolas Sustentáveis com participação da rede ICLEI

Prefeitura do Rio e rede ICLEI implementam ações demonstrativas de baixo carbono em escolas da rede Municipal através do projeto Urban LEDS

23 de maio de 2016

© Prefeitura do Rio de Janeiro

Prefeitura do Rio e rede ICLEI implementam ações demonstrativas de baixo carbono em escolas da rede Municipal através do projeto Urban LEDS

Escolas da rede Municipal da Cidade do Rio de Janeiro agora vão se tornar núcleos de conhecimento e consciência ambiental por meio do projeto Escolas Sustentáveis. Realizada por meio das Secretarias de Meio Ambiente e Educação, a iniciativa pretende desenvolver o tema da sustentabilidade disseminando conceitos pedagógicos e ambientais para os alunos da rede municipal.

O ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade contribuiu à iniciativa através da implementação de ações demonstrativas por meio do projeto Urban LEDS (Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono), o qual o Rio de Janeiro participou como Cidade Satélite ao lado de mais cinco cidades e outras duas cidades Modelo (Fortaleza e Recife). No ano passado, Igor de Albuquerque, Gerente de Mudanças Climáticas do ICLEI (Secretariado para a América do Sul) e o também Gerente de Mudanças Climáticas da Prefeitura do Rio, Nelson Moreira Franco, realizaram uma visita em duas escolas para identificar e planejar quais intervenções prioritárias de baixo carbono seriam adotadas nas escolas.

Com base nos trabalhos realizados durante a implementação do Urban LEDS e na ideia das ações demonstrativas em espaços educacionais, foram identificadas seis escolas da rede municipal, sendo: E.M Cláudio Besserman Vianna, E.M. Antenor Nascentes, E.M. Castro Alves, E.M. Francisco de Paula Brito, E.M. Rodrigo Otávio. Sendo assim, todas estas escolas receberam a instalação de painéis fotovoltaicos com potencial de geração de 500Wp, ajudando à redução do consumo energético e principalmente servindo como exemplo de ações de baixa emissão de carbono para crianças e adolescentes que estudam nestes espaços.

Além dos painéis fotovoltaicos, duas das seis escolas, E.M Cláudio Besserman Vianna e E.M Rodrigo Otávio, também receberam a instalação de um Poste Híbrido cada uma. Os dois postes dispõem de painéis fotovoltaicos e uma mini turbina de geração de energia eólica que alimenta as lâmpadas LEDS do próprio poste. Estas instalações tem como base a melhoria da qualidade da energia elétrica da rede instalada, reduzindo os efeitos causados por distorção de frequência, surtos de tensão e correntes, e ruídos.

A implementação das ações demonstrativas em espaços educacionais, como nas Escolas da Rede Municipal do Rio, é de extrema importância pois coloca as crianças e adolescentes em contato com iniciativas com potencial de combate às mudanças climáticas e apresentam alto nível de educação e conscientização ambiental. Além disso, uma demonstração prática de ações pela sustentabilidade em seu local de convivência. Esperamos que esta ação conjunta possa ser replicada e aplicada nas demais escolas e demais espaços do Município.” Pedro Roberto Jacobi, Presidente do Secretariado para América do Sul do ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade.

Além das duas iniciativas, através do projeto Escolas Sustentáveis, as escolas também vão receber hortas, ações específicas de educação ambiental, área para compostagem e coleta seletiva de óleo vegetal e de resíduos eletrônicos.