Cidades e Estados preparam ações concretas rumo à COP21 em Paris

O ICLEI lançou o TAP, Programas de Ações Transformadoras, e o Compacto de Prefeitos ganhou força entre os Municípios.

14 de abr de 2015

Reprodução

No ano em que se caminha rumo a um acordo climático global na COP em Paris, o Prefeito de Seul, novo Presidente do ICLEI, anunciou um Plano para mobilizar mais cidades. O ICLEI lançou o TAP, Programas de Ações Transformadoras, e o Compacto de Prefeitos ganhou força entre os Municípios. Os novos anúncios, que elevam o nível de ambição no combate às mudanças climáticas, foram realizados durante o Congresso Mundial ICLEI 2015, conferência trienal sobre sustentabilidade nos governos locais e subnacionais do mundo inteiro.

Compacto de Prefeitos

O Compacto de Prefeitos é a maior coalizão global de Prefeitos e líderes municipais para enfrentamento às mudanças climáticas por meio de compromissos voluntários com a redução de emissões de gases de efeito estufa, monitoramento de seus avanços e preparação para lidar com os impactos das mudanças climáticas.

O Plano de Ação de Seul para o Compacto de Prefeitos, anunciado durante o Congresso, delineia o compromisso da Cidade de Seul em apoiar a mobilização de líderes locais ao redor do mundo para que se comprometam e se engajem no Compacto de Prefeitos. O Compacto é apoiado pelo Enviado Especial do Secretário Geral da ONU, Michael R. Bloomberg, e pelo ONU-Habitat, e liderado pelas três redes globais de cidades – ICLEI, C40 e CGLU.

Leia aqui: 56 Cidades se Comprometem com o Compacto de Prefeitos

“Seul se compromete a reduzir suas emissões em até 10 milhões de toneladas nos próximos cinco anos. O Plano de Ação de Seul para o Compacto de Prefeitos busca assegurar que esforços como este sejam encorajados e promovidos”, disse o Prefeito Park Won-soon.

Programa de Ações Transformadoras

Um obstáculo crítico à realização de numerosas ações locais e subnacionais que são necessárias em todo o mundo, é a dificuldade de acesso a financiamento. Para lidar com esta questão, o Programa de Ações Transformadoras (TAP) foi lançado com o objetivo de melhorar o acesso ao fluxo de capital existente para as cidades e regiões, bem como catalisar e acelerar novos investimentos públicos e privados no desenvolvimento urbano de baixo carbono e resiliente, e em processos de governança.

Uma das tarefas da iniciativa será selecionar 100 projetos transformadores rumo à Conferência Climática 2015 em Paris, para exposição no Pavilhão TAP na COP21, buscando promover os fluxos de financiamento.

Gino Van Begin, Secretário Geral do ICLEI, comentou: “O Programa de Ações Transformadoras é o resultado de um esforço inclusivo e cooperativo de redes de governos locais e subnacionais para acelerar a implementação da ação climática. O TAP procura acelerar os investimentos diretos e aumentar o acesso de governos locais e regionais em mecanismos nacionais e globais para capacitação, transferência de tecnologia e financiamento”.

Ele acrescentou: “O TAP foi criado pelas redes de governos locais e subnacionais, e apoiará e informará o Compacto de Prefeitos e a Aliança de Liderança em Financiamento Climático de Cidades (Cities Climate Finance Leadership Alliance). Este é um esforço colaborativo para apoiar o investimento em áreas urbanas ao longo dos próximos dez anos.”