Buenos Aires

Argentina

Associado ao ICLEI desde 2004

 

Buenos Aires, capital da Argentina, tem aproximadamente três milhões de habitantes e faz parte da Rede ICLEI há mais de 15 anos, sendo uma das cidades mais antigas associadas ao ICLEI.

 

Em 2015, se comprometeu com o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia e em 2016 se juntou à “Rede Global de Cidades Líderes em Compras Sustentáveis” e à Aliança EcoMobility, ambas do ICLEI.

 

Buenos Aires fez parte das delegações do ICLEI na COP 23, realizada em Bonn, Alemanha. Além disso, participou duas vezes da Semana do Clima da América Latina e Caribe, em Montevidéu, Uruguai, e em Salvador, Brasil, e também da Cúpula de Ação Climática Global em 2018.

 

Buenos Aires também foi finalista do One Planet City Challenge. Por outro lado, foi a única cidade da América Latina a obter a classificação A na plataforma unificada de relatório climático CDP-ICLEI.

 

A cidade publicou dois estudos de caso com o ICLEI: “Eficiência energética de edifícios públicos em Buenos Aires: o caso de um edifício de escritórios” em 2011 e “Gestão inteligente de iluminação pública baseada em LED” em 2018.

 

No marco do projeto EcoLogistics: Transporte de Carga de Baixo Carbono para Cidades Sustentáveis, Buenos Aires apresentou em 2020 suas boas práticas em uma troca de experiências com Rosário e Santa Fé. Foi nomeada Cidade Farol do programa por ser referência em logística e, portanto, estratégica no acompanhamento do projeto.

 

Em 2020, participou do fórum global Daring Cities, na sessão “Desdobrando Mecanismos para Incorporar a Sustentabilidade nas Compras de Infraestrutura Pública para Alcançar a Neutralidade do Carbono”, apresentando a experiência de Buenos Aires com compras públicas sustentáveis.

 

Entrou no Programa de Ações Transformativas do ICLEI (TAP) com o projeto “Desenvolvimento de uma Plataforma Metropolitana de Gestão de Energias Renováveis”, que foi selecionado para o processo de mentoria rumo ao TAP 2021. Desta forma, apresentou o pitch do seu projeto no Congresso Mundial do ICLEI perante um júri de instituições financeiras como o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e o CABEI (Banco Centro-Americano de Integração Econômica).

 

Apresentou o projeto de cooperação técnica “Ação Climática: Ferramentas para uma recuperação sustentável e colaborativa” desenvolvido pela União das Capitais Ibero-Americanas (UCCI) e ICLEI, do qual participam as cidades de Bogotá e Barcelona.