ICLEI se junta ao maior encontro de atores não-oficiais antes da COP21

"É necessário que os líderes e administradores de todos os territórios e regiões estejam juntos num pacto universal, que possa se aplicar a todos, contra as mudanças climáticas."

04 de jul de 2015

Reprodução

A Cúpula Mundial do Clima e Territórios, sediada na Cidade de Lyon, França, cumpriu o objetivo estratégico de garantir um forte diálogo entre os 800 atores não-oficiais da sociedade civil, governos locais e subnacionais, que apresentaram e discutiram os objetivos de suas ações climáticas locais no âmbito do novo regime global a ser adotado no fim do ano na COP21 em Paris. O evento, ocorrido entre os dias 1 e 2 de julho, foi organizado pela Região Rhône-Alpes e contou com a participação do Presidente da França, François Hollande, que encerrou o primeiro dia com a seguinte mensagem:

“É necessário que os líderes e administradores de todos os territórios e regiões estejam juntos num pacto universal, que possa se aplicar a todos, contra as mudanças climáticas.”

A Cúpula cumpre um dos objetivos-chave da estratégia do Mapa do Caminho dos Governos Locais pelo Clima 2013-2015, que é garantir um forte diálogo entre os principais grupos, como delineado no Parágrafo.9 da Declaração de Nantes de Prefeitos e Líderes Subnacionais sobre Mudanças Climáticas, adotada em Setembro de 2013.

Por mais de 25 anos, o engajamento ativo de todos os atores interessados tem sido um dos elementos mais importantes do sucesso da ação climática local, que o ICLEI tem liderado incessantemente. Desde a campanha ‘Cidades pela Proteção do Clima’ (lançada em 1993) até o seu papel como ponto focal das Autoridades Municipais e Governos Locais, e como sócio fundador do Mapa do Caminho dos Governos Locais pelo Clima, o ICLEI tem articulado, com sucesso, para um engajamento forte e ativo de todos os atores da sociedade para avançar a ação climática.

Como parte da preparação dos governos locais e subnacionais para a COP21 em Paris, a Prefeita de Paris, Anne Hildalgo e Michael Bloomberg, Enviado Especial do Secretário Geral da ONU para Cidades e Mudanças Climáticas anunciaram no primeiro dia do evento que irão sediar a Cúpula Climática para Líderes Locais, que acontecerá durante a COP21, no dia 4 de dezembro de 2015. São esperados 1.000 Prefeitos para a Cúpula.

O encontro direcionado para Prefeitos e líderes locais tem como objetivo empoderar e fazer com que a voz de cada Cidade seja ouvida e levada em consideração no desenvolvimento do novo regime climático.

Algumas cidades da rede ICLEI América do Sul também estiveram presentes na Cúpula, apresentando suas ambições e ações mais recentes.

Representando a Cidade de Fortaleza, Patrícia Macêdo, Coordenadora de Relações Internacionais e Federativas, foi convidada pela rede ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade e pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para participar do evento em preparação à COP21. A Coordenadora apresentou o resultado dos últimos investimentos em mobilidade e transporte público que faz parte do planejamento da cidade para a redução de Gases de Efeito Estufa (GEE).

Do total de emissões de poluentes de Fortaleza, 61% são de responsabilidade veicular, o que em 2012 representou 3.827.521 toneladas de CO2, segundo a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (SEUMA). Fortaleza é Cidade Modelo no Projeto Urban-LEDS no Brasil (Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono).

“Os fenômenos climáticos que temos presenciado nos últimos tempos vêm nos colocando, a todos, em estado de alerta. Ouvimos isso em cada voz nesse encontro. Temos o compromisso de mudar nossa atitude. É orientação do Prefeito Roberto Cláudio a adoção de práticas sustentáveis” afirmou Patrícia Macêdo.

O Recife, também Cidade Modelo do Projeto Urban-LEDS, esteve presente nas discussões preparatórias à COP21. A Cidade foi representada na Cúpula pelo Diretor Presidente da EMLURB, Antônio Barbosa.