Universidade de Leeds e ICLEI lançam relatório Climate Smart Cities: Recife

O relatório é parte do projeto Climate Smart Cities, apoiado pelo Fundo Prosperidade do FCO na Embaixada Britânica e implementado pelo ICLEI

28 de abr de 2016

Reprodução

A Cidade do Recife agora dispõe de material para verificação dos benefícios econômicos em uma transição baseada em um desenvolvimento de baixo carbono no município. O relatório é parte do projeto Climate Smart Cities, apoiado pelo Fundo Prosperidade do FCO na Embaixada Britânica e implementado pelo ICLEI América do Sul e a Universidade de Leeds.

Este estudo tem como principal objetivo fornecer uma base para o Recife examinar se há benefícios econômicos que possam ser usados para garantir investimentos de baixo carbono em grande escala. Muitas cidades demonstram grande interesse neste tipo de transição, mas ainda sentem falta de uma base empírica confiável e localmente apropriada para a tomada de decisões nesta direção.

O relatório contém mais de 50 medidas inovadoras de mitigação dos gases causadores do efeito estufa baseadas em uma série de análises econômicas, incluindo retorno financeiro e investimentos necessários. Além disso, o material também inclui como políticas e programas (ex.: Certificação de Edifícios em Recife, Lei do Telhado Verde) impactariam o orçamento municipal e contribuiriam para o alcance dos objetivos elencados na Política Municipal de Mudanças Climáticas e Sustentabilidade.

Com base nesse relatório e outras análises suplementares, Recife estabeleceu sua meta de redução das emissões em 20,8% até 2020 e implantou várias iniciativas para alcançá-la, tais como a adaptação para o contexto local das melhores medidas sugeridas e a revisão dos indicadores de preço de energia, dos fatores de emissões e arcabouço técnico / legal para a implementação das ações incluídas no plano de Ação de Baixo Carbono. A expertise britânica também contribuiu para a elaboração de um Modelo de Governança de Smart Cities.

 

O relatório está disponível em português e inglês. Acesse!