INTERACT-Bio: Belo Horizonte inaugura jardim de chuva com o ICLEI

Implantada no Parque Fazenda Lagoa do Nado, a Solução baseada na Natureza visa diminuir os riscos de enchentes

11 de fev de 2022

Fotos: Marcus Soares

Você já ouviu falar em jardim de chuva? Sabe o que é? 

 

Os jardins de chuva são estruturas que contribuem para a captação da água da chuva, criando espaços de armazenamento que facilitam sua infiltração no solo e ajudam na recarga do lençol freático. Quando associada a um conjunto de soluções de infraestrutura verde (como biovaletas, lagoas de retenção e terraços de chuva), essa técnica aumenta a biodiversidade local e a infiltração das águas da chuva, além de contribuir para uma boa manutenção do ciclo da água em áreas urbanas. E foi justamente essa a solução que o ICLEI América do Sul e a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio do projeto INTERACT-Bio, adotaram para apoiar a drenagem de água das chuvas em Belo Horizonte. O evento que marcou a entrega do jardim de chuva na cidade foi na manhã desta quinta-feira (10), no Parque Fazenda Lagoa do Nado. 

 


(Fotos: Marcus Soares)

 

A escolha do local para a implantação do jardim não foi por acaso. Além de ser um espaço com grande circulação de pessoas, no período de chuva, o parque é um dos pontos da capital mineira que sofre as consequências das cheias. O projeto piloto deve ser reproduzido em outros pontos da cidade que apresentam o mesmo problema. Também chamados de Sistema de Biorretenção, os jardins utilizam a atividade biológica das plantas para filtrar os poluentes das águas pluviais.

 

Além de Belo Horizonte, Contagem, Campinas e Londrina foram as outras duas cidades escolhidas para a implementação do projeto INTERACT-Bio, que tem como objetivo encontrar na natureza soluções para os problemas decorrentes das questões ambientais.

 

Participaram da entrega do projeto demonstrativo em Belo Horizonte o Secretário Executivo do ICLEI América do Sul, Rodrigo Perpétuo; os Secretários Municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico de Belo Horizonte, Mário Werneck e Claudio Beato, respectivamente; José Júlio Rodrigues, Subsecretário de Planejamento Urbano de Belo Horizonte; o Presidente da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica, Sérgio Augusto Domingues; a Diretora Geral da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana, Mila Batista; e a vereadora Duda Salabert. Também estiveram na solenidade representantes da Superintendência de Desenvolvimento de BH (SUDECAP).

 

Sobre o INTERACT-Bio

 

Implementado na Índia, Tanzânia e Brasil, o projeto é financiado pelo Ministério Federal Alemão do Meio Ambiente Conservação da Natureza e Segurança Nuclear (BMU), por meio  da Iniciativa Internacional para Proteção do Clima (IKI), e é implementado pelo ICLEI Cities Biodiversity Center e Helmholtz Center for Environmental Research (UFZ).