Campeão na Ação Local: Prefeito Geraldo Júlio de Mello Filho

Reconhecendo os riscos do crescimento urbano e as diversas oportunidades relacionadas ao desenvolvimento urbano sustentável, o Prefeito Geraldo Julio está agindo.

25 de fev de 2014

Reprodução

O Prefeito Geraldo Julio de Mello Filho, no seu primeiro ano de mandato como Prefeito de Recife, Capital Estadual no Nordeste do Brasil, começou a pôr em prática um modelo de desenvolvimento social e econômico com bases sustentáveis. Um desafio e tanto para uma cidade que tem um dos crescimentos regionais mais acelerados do país e profundas desigualdades sociais.

 

O Recife está localizado em uma região vulnerável, como identificado pelo IPCC. A geofísica e as características bio-ecológicas da região, junto às formas de uso da terra e a ocupação ao longo da história da cidade, tornaram uma das cidades mais vulneráveis do Brasil.

Além disso, a Região Metropolitana do Recife é um grande centro urbano que demonstra tendências claras de crescimento, expansão urbana e ocupação de áreas periféricas. Tudo isso, ainda, atrelado a um alto nível de desigualdade social e o maior nível de pobreza entre as regiões metropolitanas, 51,1%.

 

Apesar das tendências, o Recife é a cidade mais rica da região Nordeste do Brasil, e continua abaixo da média do crescimento econômico nacional. Reconhecendo os riscos do crescimento urbano e as diversas oportunidades relacionadas ao desenvolvimento urbano sustentável, o Prefeito Geraldo Julio está agindo.

A experiência do Prefeito na área administrativa, em gerência pública, e planejamento, o levou a uma recente iniciativa pioneira no Brasil para um planejamento urbano em longo prazo: ‘Recife 500 anos, a cidade que queremos’. O plano irá providenciar um plano para a Cidade até 2037. Ele será desenvolvido através de cinco áreas: Inclusão e Desenvolvimento Humano, Desenvolvimento Econômico, Espaço Urbano e Mobilidade, Sustentabilidade Ambiental, e Serviços Públicos.

Em Abril de 2013, o Prefeito Geraldo Julio também assinou um Memorando de Entendimento com o ICLEI para compor o grupo de Cidades Modelos do Brasil no Projeto Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono (Urban LEDS). Depois de dar a voz das Cidades América do Sul na COP 19, na Varsóvia, ele enviou ao Conselho das Cidades um Projeto de Lei sobre Mudanças Climáticas e Sustentabilidade Ambiental e em 2014 irá desenvolver, através de um processo participativo, o Desenvolvimento Estratégico de Emissões de Baixo Carbono, o qual deve ser incorporado ao Planejamento Urbano da Cidade.

“Graças ao convênio que assinamos com o ICLEI, o Recife será a primeira cidade das regiões Norte e Nordeste do Brasil a medir a quantidade de gases de efeito estufa produzidos na cidade e estabelecer metas gradativas de redução desses poluentes até 2020″, afirmou o prefeito Geraldo Julio. Ele acredita que as cidades devem ser incluídas na discussão sobre as mudanças climáticas, pois é nelas onde as pessoas vivem, produzem seu lixo e utilizam os seus veículos. Também porque os poderes locais são capazes de envolver as pessoas por uma vida mais sustentável.

O Prefeito Geraldo Julio almeja para o Recife, o desenvolvimento de uma cidade modelo à nível regional, através de ações referente às Mudanças Climáticas e ao desenvolvimento sustentável. O Recife também pretende ser um modelo protagonista ao considerar os principais tópicos da Agenda Sustentável em suas ações.