Trabalho em Rede: o melhor antídoto contra a Covid-19

A medida que se aprofundam os estudos e diagnósticos, fica evidente, tanto na esfera acadêmica quanto política, que a saída da crise econômica oriunda à pandemia deve ser via uma economia verde.

13 de maio de 2020

Crédito: Clint Adair

por Rodrigo Perpétuo, secretário executivo do ICLEI América do Sul

 

Em dezembro de 2019, a cidade de Wuhan, na China, registrou os primeiros casos de um novo coronavírus (Covid-19). Em março deste ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que o surto da doença atingiu o nível de uma pandemia global.

 

Este cenário tem representado um grande desafio para os governos locais de todos os países afetados, que estão exercendo um papel essencial nas ações de enfrentamento, liderando a implementação de políticas públicas em seus territórios e buscando as melhores soluções para garantir a saúde e o bem-estar da população.

 

A desigualdade social, na América do Sul, acentua as vulnerabilidades. O desafio se aprofunda à medida que as infraestruturas e os serviços públicos são organizados e distribuídos de forma desigual pelas cidades, não atendendo uma grande parte da população que reside em comunidades periféricas – ambientes superlotados e com precárias condições sanitárias.

 

Nos últimos meses, organizações de todo o mundo disponibilizaram iniciativas, em suas áreas de conhecimento e atuação, para oferecer suporte ao enfrentamento coletivo da pandemia do novo coronavírus.

 

E seguindo essa toada de solidariedade, no dia 02 de abril, o ICLEI América do Sul tornou pública a curadoria que realiza para a sua Rede de governos associados, compilando as melhores referências e informações nacionais e internacionais sobre o tema.

 

Desde então, o RadarICLEI_Covid19 é publicado periodicamente com o intuito de facilitar, inspirar e embasar as ações dos gestores locais.

 

Ao longo de dez edições foram divulgadas 76 iniciativas – entre artigos, estudos, webinars, cursos e ferramentas – e destacadas 20 medidas públicas implementadas por cidades e estados da Rede. Os boletins #RadarICLEI_Covid19 alcançaram cerca de 40 mil pessoas, ampliando a mensagem de parceiros com capacidade de apoio e disseminando exemplos e boas práticas a serem seguidos.

 

Somado ao RadarICLEI_Covid19, iniciamos, no dia 30 de abril, a série Webinars ICLEI Covid-19 para fomentar a discussão em torno de abordagens para a (re)construção de um melhor futuro sustentável para nossas cidades no ‘novo normal’ que emergirá.

 

Na primeira sessão, intitulada “Relações entre as crises Covid-19, climática e da natureza”, trouxemos para refletir conosco o reconhecido climatologista Carlos Nobre, presidente do Painel Brasileiro de Mudança do Clima, e João Resch, Secretário de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência da Prefeitura de Salvador.

 

E quanto mais nos abrimos a escuta, mais reconhecemos as ações dos governos locais sul-americanos, que mesmo com seus respectivos serviços de saúde no limite, vêm trabalhando incansavelmente para garantir a segurança da população em seus territórios.

 

Por vezes em um crise,  é preciso pensar e agir rápida e criativamente. Diversas cidades alocaram espaços públicos para a construção de hospitais de campanha, estabeleceram medidas de isolamento social e lançaram mobilizações de conscientização para a população.

 

Ao passo que algumas medidas servem para responder exclusivamente às necessidades imediatas, outras têm potencial mais perene podendo remodelar a vida em sociedade a longo prazo.

 

A fim de oferecer uma opção de deslocamento em tempos de isolamento social, Recife (PE) ampliou a quantidade de rotas cicláveis da cidade. Ao fazer isso, a prefeitura investiu em mobilidade sustentável não só para o deslocamento imediato como também para o período pós-crise sanitária.

 

A medida que se aprofundam os estudos e diagnósticos, fica evidente, tanto na esfera acadêmica quanto política, que a saída da crise econômica oriunda à pandemia deve ser via uma economia verde.

 

Prefeitos de três grandes capitais brasileiras associadas ao ICLEI se comprometeram com a implementação de ações para uma recuperação econômica mais sustentável. São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Salvador (BA) se uniram a outras 31 cidades de todo o mundo no compromisso para buscar uma retomada que alinhe incentivos para o reaquecimento de suas economias com ações de mitigação e adaptação à mudança do clima.

 

Aguçando este olhar e refinando nossas ações, a partir da próxima edição o RadarICLEI_Covid19 terá um novo formato, mais seletivo, enxuto e assertivo; para continuar inspirando e embasando as tomadas de decisão, imediatas e futuras. Acompanhe em nossas redes.

 

Seguimos juntos!

Tags: Artigo, Covid-19, Curitiba, Governos Locais, Governos Regionais, PMAMC, Radar Covid-19, Recife, Rodrigo Perpétuo, Salvador, São Paulo