Programa Madeira é Legal realiza 14 oficinas e palestras na maior feira de construção civil da América Latina

Agenda visa promover o uso responsável da madeira por arquitetos, engenheiros e urbanistas

08 de abr de 2016

Reprodução

As entidades signatárias e parceiras do Programa Madeira é Legal, que busca promover o uso responsável da madeira na construção civil brasileira, terão uma agenda cheia durante a Feira Internacional da Construção Civil FEICON BATIMAT que ocorre na próxima semana em São Paulo (SP), no Pavilhão de Exposições do Anhembi: 14 oficinas e palestras serão realizadas durante o evento.

Essas capacitações, disponíveis para o público da feira, têm como objetivo discutir o uso responsável da madeira na construção civil e mostrar experiências bem sucedidas de organizações e empresas brasileiras que usam esta matéria-prima. Todas as atividades vão ocorrer no próprio stand do Programa localizado na Rua D100 no pavilhão.

Veja aqui a programação completa de atividades oferecidas pelo Programa Madeira é Legal

Entre as empresas que vão apresentar suas experiências estão a Univers Design, a ITA Construtora, a Precious Woods, a TETTI e a Montana Química. Além disso, as entidades signatárias do Programa Madeira é Legal, como o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), o WWF-Brasil e o FSC Brasil também vão divulgar estudos de casos, pesquisas e trabalhos relativos ao tema.

Alguns dos temas que serão tratados durante a FEICON BATIMAT são: “Diferença entre Manejo Florestal e Desmatamento”, na quinta-feira (14), a partir das 16h30; “Indicação e uso de Madeiras menos Conhecidas na Construção Civil”, na terça-feira (12) às 14h e na quinta (14) às 15h; “Impactos Sociais e Ambientais da Certificação FSC”, na sexta-feira (15) às 16h30; e “Processos Construtivos em Madeira: uma resposta do setor às Mudanças Climáticas”, que acontece no sábado (16) às 13h30.

 

“Queremos mostrar ao público da feira tudo o que é possível fazer com a madeira e como sua utilização ajuda na conservação de recursos naturais, como a biodiversidade amazônica. Seu uso promove também o sequestro de carbono e é um meio eficaz de diminuirmos os efeitos das mudanças climáticas”, disse Ricardo Russo, analista de conservação do WWF-Brasil, um dos signatários.

A participação nas oficinas e palestras é gratuita e aberta ao público, para tanto é só estar presente no stand, momentos antes de cada atividade.

 

Serviço
12 a 16 de abril de 2016
Horários
12 a 15/04 das 11h às 20h
16/04 das 09h às 17h
Estande – RuaD100

Anhembi-SP
Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – São Paulo/SP
Efetue o credenciamento on-line em www.feicon.com.br e evite filas!