Fortaleza traça diretrizes para o Plano de Desenvolvimento de Baixo Carbono da Cidade

O Projeto Urban-LEDS chega ao seu último ano e a Cidade de Fortaleza se prepara para o lançamento do Plano de Baixo Carbono da Cidade.

12 de fev de 2015

Reprodução

O Projeto Urban-LEDS chega ao seu último ano e a Cidade de Fortaleza se prepara para o lançamento do Plano de Baixo Carbono da Cidade. Na última sexta-feira, 6 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente realizou o 2º Encontro do Fórum de Mudanças Climáticas da Cidade para debater sobre o plano. Fortaleza é uma das Cidades Modelo do Urban-LEDS, implementado pelo ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade em parceria com a ONU Habitat e financiado pela União Europeia.

O 2º Encontro do FORCLIMA foi aberto a todos os interessados, onde foram organizados grupos de trabalhos temáticos como, energiatransporteresíduos e construção civil, a fim de uma elaboração conjunta do Plano de Baixo Carbono da Cidade. Dessa maneira, o ICLEI América do Sul, representado por Igor Albuquerque, responsável pelo Projeto no Brasil e Gerente de Mudanças Climáticas, apresentou as análises setoriais e cenários de emissões, de maneira que os grupos de stakeholders pudessem fazer suas análises.

Após o debate e apresentações, membros do Fórum analisaram quais diretrizes setoriais deverão ser priorizadas para que a cidade possa se desenvolver com foco no baixo carbono. Confira abaixo algumas diretrizes de acordo com cada setor:

 

Transporte

  • Política de estacionamentos
  • Maior integração entre os diferentes modais
  • Ações de educação no trânsito

Energia

  • Micro geração em edifícios públicos
  • Incentivos para micro geração de energia limpa.

Resíduos

  • Rever o sistema de coleta em Fortaleza, eficiência da logística em especial;
  • Aumentar o número de pontos de coletas;
  • Avaliar os indicadores de coleta seletiva;
  • Promover a compostagem nos terrenos baldios / agricultura urbana; construção Civil

 

Construção Civil

 

  • Realizar inventários de GEE das obras públicas e privadas, com metas de redução.
  • Uso de agregados reciclados da construção civil em obras públicas da Prefeitura de Fortaleza;
  • Favorecimento do mercado de fornecedores locais para produtos sustentáveis;

O próximo passo é realização do 3º Encontro do FORCLIMA no qual será feita a apresentação final do Projeto Urban-LEDS na Cidade de Fortaleza.


Voltar
Compartilhe